gazetaonline - portal de notícias

Manifestantes farão ato em Vitória pela saída de Temer e "diretas já"


Após as denúncias de que o presidente Michel Temer (PMDB) teria comprado o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) na prisão, representantes de movimentos sociais capixabas estão convocando manifestações para esta quinta-feira (18).

O ato será realizado em Vitória, com concentração no campus da Ufes em Goiabeiras, a partir das 17h. De lá, os manifestantes vão partir para a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) onde haverá um evento simbólico.

Entre as entidades que já afirmaram apoio ao protesto estão a Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo, além de outras frentes sindicais e movimentos sociais.

Para o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Jasseir Fernandes, Temer já não reúne condições para se manter no cargo.

"Depois das notícias que saíram ontem (quarta), ele se tornou ainda mais ilegítimo. Não foram delações, o que se tem agora são gravações muito graves, que é uma prova mais contundente. Não queremos que o Congresso, com um monte de deputados e senadores sendo investigados na Lava Jato, conduza o próximo presidente. Queremos eleições diretas. Diretas já", pontuou.

O trajeto em que a manifestação irá percorrer durante a caminhada até a Ales será decidido na concentração do ato.

voltar a página anterior

Copyright 2017, Todos os direitos reservados ao gazetaonline
Desenvolvido por Gazeta Digital

AAA - Acessibilidade Brasil - Aprovado